Quando alguém chega ao fim

[resumo dos últimos meses]

Eu parei de escrever porque meus braços estavam cansados e tremiam, minhas pernas deixaram de ser o suficiente para me manter em pé durante vários dias e a minha vida se tornou escuridão. Foram muitos os monólogos mentais que eu gostaria de ter passado para o papel, muitos os pensamentos que mereciam anotações antes que eu dormisse e os esquecesse para sempre ou que as alucinações do tempo em que meus olhos sequer conseguiam se fechar se confundissem com o mundo real. Foram tempos difíceis para o corpo e para a alma. A assombração de estar preso em si mesmo.
Por momentos, achei que jamais me recuperaria, que a minha vida se dividiria entre a cama e a banheira morna e meus olhos continuariam pedindo por socorro sem que alguém pudesse realmente entender que por trás daquele corpo que tremia incessantemente com qualquer som, eu estava sumindo.
Não sei qual período dessa história foi o pior: Quando eu não conseguia acordar ou quando eu não conseguia dormir. Ambas as situações duravam por dias e não havia escapatória, eu estava enlouquecendo com o mundo tentando me convencer de que eu ficaria bem, de que tudo era normal.
Contudo, eu ouvia sons que ninguém mais conseguia ouvir, vozes me chamando por todos os lados, vultos passando por dentro do meu corpo, frio incessante em dias de sol e o medo constante transformando a existência em agonia. Ele (o medo) estava sempre ali me fazendo suar frio, me deixando mais fraca, me sugando. Dias sem comer, dias sem tomar banho, me tornei bagunça presa numa solidão inacabável. Solidão tal que tomou parte de mim e então eu me esqueci de todas as palavras que queria dizer. As lágrimas caiam, mas não falavam por mim.
Minhas mãos ainda tremem e em alguns dias eu me arrisco a comer, a sair da cama-prisão, a ver o mundo. Nesses dias eu preciso de muitos remédios para enfrentar a vida e aceitar tudo o que foi tomado de mim por uma escuridão que ainda assombra minha alma. Minhas pernas estão mais fortes e eu já consigo tomar banho em pé, mas saio ofegante do chuveiro. Porém as palavras e as memórias pela metade, confusas e desordenadas, ainda me torturam, noite após noite, pílula após pílula, até um fim precoce caso eu não descubra e concerte o começo.

 

Agradeço pelo apoio de todos e responderei aos comentários em breve.

Anúncios

32 comentários sobre “Quando alguém chega ao fim

  1. Quanta dor e angustia nessas palavras que li aqui. Eu já me senti assim há um tempo atrás e foi muito difícil pra mim e eu não entendia nada sobre o que estava acontecendo.Gostaria tanto de poder te ajudar de alguma forma.Hoje estou bem graças à Deus e quando leio algo como esse seu relato,me sinto impotente demais por não saber nem o que falar e muito menos o que fazer.Mas acredite que há uma força gigantesca dentro de você e você sairá dessa. Dê noticias…♥

  2. Mesmo com toda a dor,medo e provações você sempre renasce B., e por isso eu te admiro muito.E agora não será diferente.Mas talvez você precise de um renascimento mais profundo…renascer em Cristo,no amor Dele.Não em uma religião, mas Nele,em conhecê-Lo.Eu sei que Ele sofre por te ver sofrer,por te ver entregue a escuridão,mas também sei que ao menor sinal seu,Ele pode te salvar.Espero do fundo do coração que você melhore e que encontra a liberdade no sentido mais real possivel ❤

  3. Sweet, meu coração doí ao ler suas palavras e entender o quanto tudo isso que está passando é difícil, é triste, é escuro. Mas admito o alívio que sinto a cada publicação nova, em saber que em algum lugar, vc não desisitiu, que em algum lugar continua lutando assim como eu. Sinto vc, e depois de ler o que escreveu nesse último texto senti uma imensa vontade de abraçá-la e dizer que por mais que pareça agora, não está sozinha nesse mundo, nessa vida. Não está sozinha M. e apesar de tudo, desses dias nublados, o céu é lindo e azul em algum lugar e ele sorri pra todos nós, sorri pra pessoas com um coração lindo como o seu, com uma dor como a sua, com uma prisão como a nossa. Se cuide, olhe nos seus olhos e se lembre que a sua alegria, o seu sorriso, a sua singularidade valem a pena viver além de tudo isso, merecem a plenitude da felicidade que imaginamos e sonhamos existir.

  4. eu preciso muito conversar com você, realmente acho que possamos ser amigas, e eu preciso de uma amiga. Não sei se você vai chegar a ver esse comentario, mas gostaria mesmo de ter uma conversa contigo porque tenho problemas parecidos com o teu. Por favor fale comigo

  5. Oi.
    Ana e mia elas realmente existem?
    Pq não sei oq fazer eu so fico esperando por respostas que nunca chegaram ate min e simplesmente escuto repetidamente a mesma musica e assim passo os meus longos e intermináveis dias. Cada vez mais gorda, cada vez mas nojenta, cada vez mas desesperada por respostas.
    ME RESPONDA💊

  6. Oi, anjo, desculpa ter sumido por um longo, longo tempo. A verdade é que eu estava exausta. Estava me dedicando a algo que eu nem tenho mais certeza se eu quero continuar, mas eu tento, sabe? Para me manter aqui, para ter algo a se prender. Não queria falar para não atormentar ninguém, mas eu pensei seriamente em suicídio, a vontade de acabar com tudo, tinha momentos em que eu pensava em pegar uma lâmina e cortar todo o meu rosto para mostrar aos outros o meu desespero (sempre esses pensamentos malditos). Parei definitivamente com aquele probleminha meu, mas eu voltei a fumar.
    Desculpa por não te escrever nos seus momentos mais difíceis, eu sinto muito por ter te abandonado assim, ao léu, enquanto você mal conseguia sair da cama, sozinha e perdida. Peço seu perdão. Rivotril é uma merda (desculpa pelos palavrões), eu ficava chapada e era neutra a quase tudo, mas quando passava, só fazia me lembrar das dores.
    O meu sofrimento não se compara ao seu, Sweet B., e eu me sinto tão mesquinha ao só falar de mim e não dar espaço para ti. Eu fico um pouco aliviada ao ler os teus escritos, que você ainda luta apesar de tudo.
    Espero que você esteja melhor, você merece tudo de bom.

    • Querida, não se sinta mesquinha de forma alguma por falar dos seus problemas. Eu quero te ouvir, eu quero saber, eu me importo com você!
      Sabe, as vezes eu também me desespero e tenho essa vontade de mostrar aos outros os meus problemas, a minha dor, mas desisto em cima da hora porque tenho medo. Não acho que outras pessoas do “mundo real” possam me entender como pessoas como você me entendem e isso cada vez me isola mais e esse sentimento de não pertencer machuca tanto… Mas volte sempre, por favor, você é importante!

  7. Sempre que leio seus textos, também leio os comentários. Por algum motivo, muito de você, eu também vejo em mim. Talvez você nem perceba, mas mesmo passando pelas fases sombrias e mais escuras, eu sempre vejo você respondendo algum comentário com amor, e doando parte do seu coração, como se mesmo quebrado você estivesse dando um pedacinho para alguém que precisa. Sempre contrariando a sua própria força que te destrói, em prol de uma pessoa a menos que possa vir a destruir-se também. E por mais triste que seja, isso também é muito bonito. A empatia, a gentileza, a caridade e o amor ao próximo são coisas que o espelho que está martelado na parede do seu quarto não conseguem mostrar, e por isso, qualquer imagem que sua mente venha a projetar, jamais serão o suficiente para que você conheça a verdadeira “você”. São virtudes que não estão nas cicatrizes que você carrega no corpo. E elas te definem, como ser humano, ainda que com as suas falhas e imperfeições. Eu espero que apesar de atravessar tempos tão difíceis, alguma parte de você esteja bem, e que você consiga se reerguer. E que você consiga provar da felicidade ainda que ela seja distante para todos nós. Não há outra face em que eu gostaria tanto ver um sorriso do que a sua. Seja forte, e corajosa para seguir em frente.

    • O que você escreveu é tão bonito que mantive aqui, sem responder por tempos, simplesmente para saber onde esse comentário estava e por ler mais de uma vez. Você é tão amável quando eu sinto que não mereço. Eu tento dar o melhor de mim as pessoas que sei que sofrem, se pudesse carregaria o sofrimento alheio para que ninguém precisasse sentir o mesmo, mas não consigo fazer isso por mais que seja meu desejo e acho incrível você ter reconhecido a forma com que me importo que os outros estejam bem, não somente eu. Faltam palavras para agradecer o suficiente.

  8. Sweet, meu coração doí ao ler suas palavras e entender o quanto tudo isso que está passando é difícil, é triste, é escuro. Mas admito o alívio que sinto a cada publicação nova, em saber que em algum lugar, vc não desisitiu, que em algum lugar continua lutando assim como eu. Sinto vc, e depois de ler o que escreveu nesse último texto senti uma imensa vontade de abraçá-la e dizer que por mais que pareça agora, não está sozinha nesse mundo, nessa vida. Não está sozinha M. e apesar de tudo, desses dias nublados, o céu é lindo e azul em algum lugar e ele sorri pra todos nós, sorri pra pessoas com um coração lindo como o seu, com uma dor como a sua, com uma prisão como a nossa. Se cuide, olhe nos seus olhos e se lembre que a sua alegria, o seu sorriso, a sua singularidade valem a pena viver além de tudo isso, merecem a plenitude da felicidade que imaginamos e sonhamos existir.

  9. A beleza dos seus textos está na autenticidade. Você escreve muito bem. Escreve com a alma. Toda vez que me sinto triste venho até aqui, me identifico e me inspiro também, porque como sou muito fechada, eu acabo escrevendo para não asfixiar com os meus sentimentos.
    Fique bem !!! Você é linda e adorável !!! Um grande beijo.

  10. Não sei porque mas a melancolia me lembrou a música Don’t fade away – dead can dance. O transtorno alimentar restringiu demais sua vida, tem momentos em que é preciso retroceder. Um pouco de comida saudável, fisioterapia, antidepressivos, sessões com a psicóloga. Talvez seja a hora, e não fique brava por favor, não desejo gordura para ninguém, é só que não adianta nada ser magra como deve estar agora e não poder viver. Estou à disposição quando quiser conversar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s